Polícia Científica

01/03/2018

Morre aos 63 anos o Dr. Rui Sampaio, fundador do Laboratório de Hipnose Forense do Instituto de Criminalística

A Polícia Científica do Paraná lamenta a morte do Dr. Rui Sampaio, ocorrida no último sábado (24). Sampaio foi vítima de um câncer maligno no pulmão.

Ícone na psiquiatria forense, ele foi um homem de tom de voz calmo e explicações sempre muito lúcidas. Rui Fernando Cruz Sampaio sempre foi um nome de referência na área da hipnose. Formado em psicologia, desde cedo direcionou sua vida e seu trabalho para estudos na área. Mais que isso, viu uma possibilidade a mais para a elucidação de crimes, procurando novos indícios no inconsciente de vítimas ou acusados. Foi perito no Instituto de Criminalística do Paraná por mais de 30 anos.

Seu currículo é extenso, o que mostra que sua contribuição para a hipnose forense ultrapassa barreiras. Fez especializações em Psiquiatria e Psiquiatria Forense pela AMB e ABP, foi hipnoterapeuta por mais de 30 anos, lecionou sobre hipnose forense na Escola Superior de Polícia Civil do Paraná e também no Instituto Brasileiro de Therapias e Ensino.

Além disso, ele é consagrado como o fundador do Laboratório de Hipnose Forense do Instituto de Criminalística do Paraná, em uma iniciativa inovadora no Brasil. Suas técnicas de hipnose davam uma nova direção para a investigação de crimes como assassinatos ou abusos sexuais, muitas vezes trazendo novas pistas que posteriormente se mostrariam imprescindíveis para a resolução dos casos. Segundo o próprio Dr Sampaio, mais de 800 sessões foram feitas em sua carreira na Criminalística.

Ele também foi responsável pela criação de um código de ética da hipnose, que garantiu que ela só seria realizada com o consentimento do indivíduo que seria hipnotizado. Essa base de regras é utilizada até hoje, e segue como mais um dos seus vários legados.

"É uma perda enorme porque o Dr. Rui era uma referência nacional no assunto. Perdemos um grande profissional que auxiliou em muitas investigações. Uma perda para a família e para as forças de segurança do Paraná", disse o secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Julio Reis.

O Dr. Rui Sampaio foi velado no domingo (25), na Capela Diamante do Vaticano, e enterrado no Cemitério Municipal da Lapa.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.